Os desafios de se fazer conteúdo mobile

12:39

O Amazon Content começa no próximo mês e vai trazer uma galera boa pra falar sobre produção de conteúdo pra internet. Já falei sobre o evento aqui no blog e hoje converso com um dos integrantes do time de palestrantes. O Petterson Farias, o mago das redes sociais, manja muito de produção de conteúdo e no dia 3 de dezembro vai estar no Hotel Regente pra ensinar um pouco mais sobre Content Mobile pra gente.

Antes de tudo vamos esclarecer alguns fatos:

Porque conteúdo mobile é importante? Pra quem tá achando que não é, eu trouxe alguns números:
2015 foi determinado como o ano que o mobile ultrapassou o uso de desktop, seja pra pesquisa, compras ou entretenimento
150 é o número de vezes que uma pessoa olha para seu aparelho celular
123% é percentual de crescimento do uso de 3g nos últimos 18 meses dados do google mobile day
O que eu preciso entender sobre isso? Para estudantes e profissionais de comunicação é importante perceber o aumento no consumo de conteúdo em diversas plataformas. Quantas vezes você já esteve com o celular no twitter enquanto assistia tv?
É preciso entender de que forma podemos tornar nosso conteúdo rápido, dinâmico e atrativo. E é isso que o Petterson vai contar pra gente aqui, numa prévia da  participação dele no Amazon Content: espero contribuir um tantinho compartilhando algumas experiências e falando sobre os imperativos que o conteúdo mobile sugere hoje em dia. Embora se fale tanto nas tecnologias, saídas e atalhos dos apps e seus sistemas operacionais, acho que nos cabe também reforçar a ideia de que, mais do que nunca, estamos lidando, de forma muito próxima, com gente, e em busca de relacionamentos fortes, leais e duradouros, mais do que qualquer outra coisa.
Blog da Rhu: As pessoas e as marcas estão em maior contato agora, o que esperar dessa relação?
Petterson Farias: Alguns pensamentos equivocados ainda partem do pressuposto de que produção de conteúdo para as redes sociais não passa de uma propaganda invasiva feita por marcas interessadas tão somente em parecer mais moderninhas ou descoladas, quando, na verdade, estamos vendo outras tantas indo além, não é mesmo? Aliás, eu diria que, em tempos de múltiplos estímulos, para conquistar a atenção do consumidor, disputada por emojis coloridos, memes engraçados e vídeos divertidos, é preciso sempre ir além. Bom conteúdo é para os fortes e isso a gente constata diariamente!
BdR: Ser social media é uma profissão bastante jovem e encontra uma certa resistência por parte de alguns. Como tu imagina que um evento como o Amazon Content pode fortalecer a área?
PF: Torço para que o evento atraia os olhares de quem ainda trata a web como comunicação coadjuvante ou acessória e promova o pensamento coletivo de que é impossível, para qualquer marca moderna e atual, fazer comunicação sem ser digital.
BdR: Este é o primeiro evento voltado especificamente para a produção de conteúdo. O que tu espera do AC, além de poder contribuir para o crescimento profissional de muita gente?
PF: [O Amazon Content] É uma dessas poucas oportunidades que nós, Social Medias, temos para dialogar com outros ambientes, trocar experiências e agregar valores ao nosso trabalho aqui na Amazônia. Sem dúvida, eventos assim oportunizam uma imersão num assunto tão central na comunicação atual, reunindo, num só lugar, pessoas e realidades completamente distintas, gerando conhecimentos, estabelecendo novos comportamentos e transformando o que está posto.
Curtiu o papo com o menino Petso? Quer saber mais sobre Content mobile e Produção de conteúdo? Então não perde que no dia 03 de dezembro vai rolar o Amazon Content!
Você encontra ingressos no site amazoncontent.yesbil.com e também na sede da Yesbil lá na Travessa Benjamim Constant, 951, no Reduto.

Leia também

0 comentários